Qual a origem dos probióticos?

Você já deve ter ouvido falar do probiótico por aí, mas será que sabe de onde ele surgiu? O termo probiótico é uma palavra que significa "a favor da vida" e é atualmente usado para designar bactérias que têm efeitos benéficos para quem as consome. 

Quem originalmente teve a ideia de observar a função positiva realizada por algumas bactérias foi o russo Eli Metchnikoff, premiado com o Prêmio Nobel por seu trabalho no Instituto Pasteur no início do século passado. Segundo ele, "a dependência de micróbios intestinais em relação à comida torna possível tomar medidas para modificar a flora do nosso organismo e substituir os micróbios nocivos por micróbios "úteis" --bem parecido com a definição de probióticos, não é mesmo?

Bactérias probióticas podem ser definidas como “micro-organismos vivos que, quando administrados em quantidades adequadas, proporcionam benefícios à saúde do hospedeiro”, de acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde). Elas podem interagir com bactérias "do mal" e ter impacto direto sobre o hospedeiro. 

Além do cientista russo, naquela época, o pediatra francês Henry Tissier observou que as crianças com diarreia tinham em suas fezes um pequeno número de bactérias que tinham uma forma de Y. Estas bactérias "bífidas" eram, ao contrário, abundantes em crianças saudáveis. Tissier então sugeriu a possibilidade de administrar essas bactérias a pacientes com diarreia para facilitar restauração de uma flora intestinal saudável.

Metchnikoff e Tissier consideraram o trato intestinal como um órgão que poderia ser manipulado para melhorar a saúde, colocando-se bactérias exógenas no intestino. Foi assim que produtos como iogurtes e leites fermentados ganharam popularidade após a Primeira Guerra Mundial, mas somente nos anos 1980 a venda desses itens contendo probióticos começou a crescer rapidamente --primeiramente, no Japão e, depois, na Europa, durante os anos 1990.

Surgimento da Danone
Foi também nessa época que surgiu a Danone. Isaac Carasso vivia em Barcelona quando constatou que muitas crianças espanholas padeciam de infecções intestinais. Para poder remediar essa situação e consciente da investigação em fermentos lácticos feita por Eli Metchnikoff, Carasso  decide produzir e comercializar iogurtes - um produto já conhecido nos Balcãs, região sudeste da Europa, pelos seus benefícios para a saúde, mas não tanto no resto desse continente. Em 1919, Carasso lança a marca Danone, em homenagem ao nascimento do seu filho Daniel, cujo apelido em catalão é Danon. Desde o começo, a Danone estava comprometida com a alimentação saudável.

A atuação das bactérias no organismo
As bactérias vivem normalmente no corpo humano, incluindo o sistema digestivo, onde existem mais de 400 espécies bacterianas, das quais a maioria se localiza no intestino grosso. A colonização bacteriana do intestino começa desde a formação do embrião no útero e segue por toda a vida, com mudanças notáveis dependendo da idade. Muitas pesquisas demonstraram que os residentes habituais do intestino estão longe de ser apenas habitantes passivos do trato gastrointestinal, mas interagem com seu hospedeiro de forma intensa. Eles são capazes de modular os efeitos de bactérias potencialmente nocivas, causar impacto no trato gastrointestinal, na digestão e no sistema imunológico do hospedeiro, e até influenciar funções muito além do intestino.

É por isso que o consumo de probióticos para equilibrar a quantidade de bactérias positivas no sistema digestivo tem sido cada vez mais indicado por especialistas e estudado por cientistas do mundo todo. Se você ainda não consome alimentos com esses micro-organismo, reavalie a sua dieta pois vale a pena. O seu corpo vai lhe agradecer! 

Fontes: 
Probiotics, prebiotics and the gut microbiota - Livro ILSI EUROPE CONCISE MONOGRAPH SERIES
http://ilsi.org/europe/wp-content/uploads/sites/3/2016/05/Prebiotics-Probiotics.pdf

Probióticos en los alimentos Propiedades saludables y nutricionales y directrices para la evaluación
http://www.fao.org/3/a-a0512s.pdf 

Você também pode gostar