Existem outros alimentos probióticos que não são laticínios?

Existem outros alimentos probióticos que não são laticínios?

Texto de introdução
Apesar de serem comumente associadas a produtos lácteos, as bactérias “do bem” também podem ser encontradas em outras formas e em diferentes alimentos e bebidas. A questão é que nem todas as bactérias são consideradas probióticas.

No caso de alimentos como kefir, kombucha, queijo, coalhada e missô (pasta fermentada de soja bastante usada na culinária japonesa), que normalmente são produtos caseiros fermentados, não se sabe em que quantidades as bactérias estão presentes, além de seus benefícios à saúde não serem comprovados. Nesse caso eles não entram diretamente na categoria de probióticos. 

O que são probióticos
Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), os probióticos são micro-organismos vivos que, quando consumidos em quantidades adequadas, podem fornecer benefícios à saúde. Culturas desses seres microscópicos equilibram a microbiota intestinal, ou seja, as bactérias que vivem no intestino, favorecendo, em especial, a saúde digestiva.

No Brasil, para ser considerado um probiótico, o alimento ou a bebida precisa ter a aprovação dos órgãos reguladores para garantir que suas bactérias desempenham um benefício específico e que o mesmo é seguro para consumo da população em geral.

Atualmente Activia é a única marca de lácteos que possui seu benefício aprovado pela Anvisa. 

No caso de alimentos probióticos aprovados, é definida uma contagem mínima de micro-organismos que se faz necessária para que o consumidor obtenha as vantagens. Os produtos da linha Activia entregam bilhões de probióticos ainda vivos , ajudando a reduzir o desconforto intestinal, como inchaço, flatulência e ruídos intestinais.

Fique atento
Como são feitas em casa, bebidas como kefir e kombucha exigem atenção. Na hora da produção, é preciso tomar certos cuidados com a higiene já que existe riscos de contaminação por outras bactérias e/ou mofo (que pode acontecer quando ocorre o manuseio dos cultivos). Isso é importante para garantir a segurança na ingestão desses alimentos .