5 maneiras de começar bem o dia e ser mais feliz
Facebook

5 maneiras de começar bem o dia e ser mais feliz

Texto de introdução
Começar bem o dia ajuda a aliviar o estresse e a ansiedade e pode fazer com que você sinta mais prazer. De acordo com uma pesquisa realizada pelo Instituto Ibope Conecta e Quantas, com mais de 2.000 pessoas, 97% dos brasileiros que enfrentam as situações do dia a dia de forma positiva têm mais prazer em situações diversas. A pesquisa tentou rastrear o comportamento dos indivíduos no cotidiano e como eles lidavam com situações diversas.

Surpreendentemente, aqueles com posturas mais leves têm mais prazer nas dimensões física – como tomar sol e praticar exercícios – e social – como dar uma risada e passar o dia com a família. Já um segundo perfil identificado no estudo, definido como Controladores, porque gosta de ter controle sobre vários aspectos da vida, demonstrou mais prazer nas dimensões relacionadas ao consumo e à alimentação – mas não necessariamente a uma dieta balanceada. 

Para viver com leveza, vale adotar hábitos mais saudáveis que incluam uma melhor qualidade de sono, alimentação equilibrada, exercícios físicos, yoga, uso moderado da internet e gratidão. Abaixo, mais detalhes de cada um desses aspectos que podem ajudar muito a começar bem o dia. Confira!

1. Durma bem
Não é novidade que ter uma boa noite de sono ajuda no funcionamento do organismo. Mas, segundo a pesquisa do Ibope, pessoas de estilo de vida leve dormem mais do que as que gostam de ter mais controle. Enquanto 45% do segmento de atitude controladora dorme menos de seis horas por dia, esse número é de 34% dentre os de atitude leve. Ter um sono mais adequado pode ajudar a diminuir estresse e até depressão. 

2. Use as redes sociais com moderação
De acordo com a pesquisa, pessoas que levam a vida mais leve tendem a ficar menos na internet. Elas passam, em média, 1 hora e 58 minutos online, contra 2 horas e 44 minutos do outo grupo de entrevistados. Entre os fatores que fazem com que a internet torne "a vida mais pesada" estão as comparações e padrões de beleza exigidos pela sociedade, que acabam gerando uma situação de estresse. “É impossível falar para não ter nenhuma rede social, mas controlar e se policiar é fundamental", dizem os pesquisadores.

3. Saia do sofá
Além de aumentar os níveis de neurotransmissores que trazem bem-estar, pequenas quantidades de exercício podem ter um grande efeito sobre a felicidade. De acordo com uma revisão de pesquisas sobre bom humor e atividade física publicada em março no The Journal of Happiness Studies, as pessoas que malham até uma vez por semana ou durante meros 10 minutos por dia tendem a ser mais alegres do que aquelas que nunca se exercitam. E qualquer tipo de exercício pode ser útil. Os pesquisadores da Universidade de Michigan descobriram que, para a maioria dos 500 mil participantes dos 23 estudos analisados, o exercício estava fortemente ligado à felicidade. "Cada um dos estudos observacionais mostrou um relacionamento benéfico entre ser fisicamente ativo e ser feliz, disse Weiyun Chen, professora associada de Cinesiologia da Universidade de Michigan. O tipo de exercício parecia não ter importância: algumas pessoas felizes caminhavam ou corriam; outras praticavam ioga e alongamento. E a quantidade de atividade necessária para influenciar a felicidade era mínima.

4. Medite e pratique ioga
Praticar sessões curtas de ioga e meditação pode melhorar significativamente a função cerebral e os níveis de energia, de acordo com um estudo da Universidade de Waterloo, no Canadá. Os pesquisadores descobriram que apenas 25 minutos de qualquer uma das duas atividades por dia pode aperfeiçoar as funções do cérebro, habilidades cognitivas, a habilidade de controlar respostas emocionais impulsivas e padrões habituais de pensamento e ações. A pesquisa também descobriu que a meditação e a ioga são efetivas em melhorar os níveis de energia, mas a ioga tem um poder maior do que a meditação, por incluir a liberação de endorfinas, aumento de circulação do sangue no cérebro e foco reduzido em pensamentos de reflexão.

5. Seja grato
Ser grato por tudo o que temos e conquistamos na vida também nos ajuda a viver em um estado interno de maior serenidade.  De acordo com a psicóloga Maria Tereza Maldonado, autora do livro "Construindo a felicidade – a ciência de ser feliz aplicada no dia a dia", ter um comportamento assim é o que nos dá apoio para que, mesmo nos momentos mais difíceis da vida --como quando enfrentamos obstáculos, problemas e desafios-- passemos pela situação sem fraquejar. Tudo isso são maneiras de sermos felizes.

E aí, tá esperando o que para pôr em prática essas atitudes? 

Referências: 

Pesquisa Ibope Conecta
http://ibopeconecta.com/97-dos-brasileiros-que-vivem-de-forma-leve-sentem-mais-prazer-na-vida/

Yoga and meditation improve brain function and energy levels - University of Waterloo - Canada
https://uwaterloo.ca/news/news/yoga-and-meditation-improve-brain-function-and-energy-level